Eu sou assim. Essa sou Eu!

Terremoto: saiba como Deus está atuando em plena catástrofe

Posted on: 05/06/2008

Terremoto: saiba como Deus está atuando em plena catástrofe

Publicado em 03/06/2008

CHINA – Um diretor da Portas Abertas Internacional responsável pela área de treinamento na China visitou a região arrasada pelo forte terremoto no mês passado. Ele concedeu a seguinte entrevista:

Como estava a região de Chengdu depois do terremoto?

Como já pode ser visto nos noticiários, é triste de ver o que o desastre causou a todas aquelas pessoas inocentes. Embora não saibamos ao certo quantos cristãos morreram, a província de Sichuan, onde se deu o terremoto, possui uma das menores concentrações de cristãos no país, entre 1 e 2% da população.

Tem sido relatado que muitos cristãos sobreviveram à catástrofe. Por exemplo: naquele dia, um grupo de crentes estava orando em um edifício particularmente velho. Com o tremor, logicamente, o prédio deveria ter vindo abaixo. Mas não foi isso o que aconteceu. O prédio continuou em pé, com todos os cristãos seguros dentro dele, ao passo que prédios muito mais fortes, ao redor, desmoronaram.

O edifício de três igrejas nas quais trabalhamos ficaram tão danificados que a congregação não poderá mais se reunir lá dentro. No futuro, eles precisarão ser reconstruídos. No entanto, também vimos a mão poderosa de Deus entre a Igreja desde o primeiro dia.

Cristãos, dirigindo seus próprios carros, iam comprar remédios, água e comida e levá-los aonde os caminhões e carros do governo não conseguiam chegar. Sem exceção, antes de distribuir esses itens, os cristãos falavam aos sobreviventes da esperança eterna e da salvação em Jesus.

As pessoas foram extremamente tocadas pelo fato de outros suprirem suas necessidades. Muitos deles diziam pela primeira vez: “Obrigado Deus, obrigado Jesus”. Eles estão ouvindo o evangelho! Essas igrejas continuarão a acompanhá-los e a evangelizá-los. Elas estão ocupadas, suprindo a necessidade dos sobreviventes, e também os instruindo sobre a vida eterna.

Então, hoje há mais possibilidades de pregar o evangelho do que antes?

Sim. Sichuan é uma província pobre, e a Igreja não é forte lá. Uma pequena igreja que visitamos, constituída de aproximadamente 40 famílias, perdeu metade de seus membros quando a seita Dongfang Shandian se aproximou dela, e desviou-os da fé.

Em suas visitas, pastores se depararam com vizinhanças pobres e estradas escarpadas. O terremoto, entretanto, mudou tudo isso. De repente, as pessoas se tornaram cientes da existência da morte, e muitos estão ávidos por ouvir mais. Os cristãos têm tido oportunidade de testemunhar.

Visitamos também alguns hospitais, e ficamos surpresos: tem havido abertura. O governo quer que as pessoas visitem os hospitais, não apenas para identificar possíveis membros da família entre as vítimas, mas principalmente para encorajar e confortar os pacientes traumatizados.

Há cristãos de outras áreas do país ajudando Sichuan?

Esse é outro item que entra na lista de “todas as coisas cooperam para o bem” (Rm 8.28). Os chineses têm sido proibidos de viajar dentro do país por causa da chegada da Olimpíada. Porém, alguns grupos com os quais trabalhamos, situados em outras cidades, estão mandando voluntários para Sichuan. Um deles tem 17 pessoas, o outro tem 30.

Eles incluem enfermeiras e médicos que estão trazendo doações extremamente generosas. Eles vão ficar mais que uma ou duas semanas; pretendem uma estadia de longo prazo, a fim de que possam expressar de modo genuíno o amor de Deus pelas pessoas que têm sofrido.

Para você, qual deve ser a atividade da Portas Abertas com as igrejas dessa região?

Graça a Deus, a Portas Abertas tem uma visão de ajudar a Igreja de forma integral. Naturalmente, estamos comprando remédios e tendas para abrigar as pessoas. Como choveu depois do desastre, muitas pessoas ficaram sem o menor abrigo.

Temos visto as escolas reabrindo. Cerca de sete mil escolas foram destruídas e perderam tudo o que tinham, poucas tiveram alguns alunos sobreviventes. Suprimos as necessidades básicas desses alunos para que voltassem às aulas. No entanto, queremos mais que isso. Alguns médicos pensam em estabelecer um programa com esses alunos, conversando com eles e examinando-os para ver se estão mal-nutridos.
Com programas de saúde, a Portas Abertas terá acesso às famílias.

Haverá oportunidade de oferecer seminários de aconselhamento de trauma, e cursos para casais, ajudando os pais a estabelecerem famílias harmoniosas e amorosas. Esses seminários de casais têm tido sucesso em outras regiões do país. A província de Sichuan parece um bom lugar para o curso de valorização da família. As igrejas e suas famílias ficarão mais fortes depois do terremoto.

Uma observação que fiz: mesmo antes de a catástrofe acontecer, Satanás tem tentado destruir as famílias, fazendo-as crer que ajudar um parente não é tão importante como apoiar o Estado. Aqui está outra oportunidade dada por Deus para abordar a comunidade toda. As famílias cristãs, em especial, precisam saber que uma família forte resulta em uma Igreja forte. A Portas Abertas deverá de envolver ativamente nessas áreas.

::Fonte: Site Missão Portas Abertas
Tradução: Daila Fanny

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Arquivos

Como eu amo os Teus Caminhos…

Ele é a minha Estrela da manhã. Aquele que me chama pra dançar. Aquele que sonha os sonhos mais lindos de se viver. É Ele quem me faz viver. O seu fôlego está em mim. O Amor está Nele e digo o Seu amor é o melhor amor!
%d blogueiros gostam disto: